La Romantique

Um café e um amor.Quentes,por favor!

 


Todas as vezes que estou ao seu lado me sinto melhor. Melhor em saber que você está bem, melhor em poder olhar em seus olhos e vê o seu sorriso. Perto de você meu coração bate mais forte, minhas mãos suam frio, e eu fico mais leve ao seu lado. Você é tão atrapalhado, tão meigo, carinhoso, do jeito que eu gosto. Você me ensinou tantas coisas que nem imagina. Ensinou-me: a ter paciência, a sorrir melhor, a ser verdadeiramente amiga, a ser mais eu e a amar intensamente. Você só não me ensinou uma coisa... Como dizer o que eu sinto?


PS.: O pior é que eu sei que você gosta de mim...Mas assim como você, eu não lhe ensinei a dizer o que sente. Desculpas!! :'(

18:49

Olhe em meus olhos...

Postado por Cost |

e diga que é ao meu lado que você se sente bem, diga que sem mim você não saberia respirar. me olhe e veja o que eu realmente sinto por você, perceba que nada aqui é em vão. me olhe e sinta o nosso amor crescendo a cada instante. fique comigo e eu posso te fazer mais feliz, fique comigo e eu te mostro o que realmente é ser amado(a). pense em mim a todo instante, eu realmente não sei mais, viver sem você. ♥ Autor desconhecido.



13:52

O amor incondicional...

Postado por Cost |


Um dia, um velhinho foi a uma de suas consultas periódicas ao médico, só que desta vez um pouco apressado.
- Porque a pressa? 

E ele responde: -Todos os dias neste horário vou visitar minha esposa que está num asilo.
E o médico comentou: Que bacana! Então vocês matam as saudades, batem papo, namoram um pouquinho!
E o velhinho diz:- Não! Ela não me reconhece mais, por causa de sua doença.
O médico surpreso então pergunta: - Mas porque então tanta pressa para vê-la  já q não o reconhece mais?
E com um sorriso no rosto, ele responde: - Mas eu a reconheço! Eu sei quem ela é e o q ela representa na minha vida a tantos anos. Por isso todos os dias eu a reconquisto, como se cada conquista fosse única e verdadeira. Este é o verdadeiro amor....INCONDICIONAL.

16:57

Sentimento duro de aceitar.

Postado por Cost |

É que às vezes, a gente ama demais, confia demais, quer demais, e por querer, amar assim, acabamos fazendo as pessoas cansarem da gente.
sempre, entre os dois tem um que ama mais, e desse jeito, ele não aceita a verdade, quer que o outro goste dele do mesmo jeito ou até mais, e aí vai gerando as brigas, as discussões, as desculpas, as brigas de novo, até não dá mais; ja é tarde pra voltar atrás;corrigir os erros, acabou. e quem sofre mais? aquele um que amou demais, que queria demais, e que acabou perdendo tudo.. é sempre assim!


Coisas que fogem de mim e não voltam mais, se voltam, não como antes. Revelações perversas descubro a cada dia.
Descobri que a vida não é tão hostil quanto parece.
Descobri que o mundo não é igual à Alice no país das maravilhas.
Descobri que a felicidade está nas pequenas coisas, desde que seja única para você.
Descobri que o vazio que me faltava era Deus, agora estou completa.
Descobri que a busca incansável do amor, é porque somos dependentes.
Descobri que às vezes solidão faz bem.   
Tudo se revela de acordo com o que vivemos a cada dia, instante ou tropeço, pois sabendo lidar com cada derrota, alcançaremos a nossa vitória.
Em conseqüência da luta vêm os pesares e com eles devemos aprender a superar sempre.
Apesar da vida não ser tão hostil quanto parece, gosto de vivê-la.
Apesar do mundo não ser igual à Alice no país das maravilhas, gosto das maravilhas do mundo.
Enfim...   
Pode-se sempre existir coisas que me desanime, mas, enquanto houver APESAR, estarei sempre aqui aprendendo e descobrindo universos e dimensões diferentes.

13:43

Todo amor que houver nessa vida.

Postado por Cost |


Eu quero a sorte de um amor tranquilo
Com sabor de fruta a mordida
Nós na batida no embalo da rede
Matando a sede na saliva
 
Ser teu pão
Ser tua comida
Todo o amor que houver nessa vida
E algum trocado pra dar garantia

E ser artista no nosso convivio
Pelo inferno e céu de todo dia
Pra poesia que a gente nem vive
Transformar o tédio em melodia

Ser teu pão
Ser tua comida
Todo o amor que houver nessa vida
E algum veneno anti monotonia

E se eu achar a tua fonte escondida
Te alcanço em cheio mel e a ferida
E o corpo inteiro como um furacão
Boca, nuca, mão e a tua mente não

Ser teu pão
Ser tua comida
Todo o amor que houver nessa vida
E algum remédio que me de alegria

Ser teu pão
Ser tua comida
Todo o amor que houver nessa vida
E algum trocado pra dar garantia
E algum veneno anti monotonia
e algum....
Cazuza e Frejat.

15:13

Recife - Elizabhett Costa.

Postado por Cost |

 
 
Oh! Minha linda Recife,
Daqui eu não saio por nada,
Só na minha morte desgraçada
Eu te amo Recife.

Recife de céu azul
Não há cidade como tu.

Recife eu te amo,
E não canso de dizer
Que em outra cidade,
Não gostaria de nascer...

Oh! Recife
Cercado por rios
E cortado por pontes...

Como eu amo Recife.

Quem vem se apaixona,
E não mais quer voltar.

Recife, como tu não existe outro lugar!

16:34

PARA TODO MUNDO MENOS VOCÊ.

Postado por Cost |

Você não, já disse. Faça o favor de clicar em outra página e seguir em frente na internet.
Estou esperando. Não adianta ficar aí quietinha, que eu sei que você continua lendo. Por gentileza, não insista.
Ih, já vi que você é teimosa. Mas eu também sou e gostaria que você não lesse este perfil. Queira parar, então.
Olha de boa, você está prejudicando todas as outras pessoas do mundo com esse seu comportamento infantil. Eu tenho um assunto importante para tratar com elas e não vou escrever mais nada enquanto você estiver lendo.
Falando sério, não vou.
Você está a fim de me irritar, não é? Mas não vai conseguir.
Escuta aqui: vai parar de ler ou não vai?!
Gente, nunca vi uma pessoa tão cabeça-dura. Só que não vai adiantar. Eu peço mais uma vez que você passe para a próxima página. Eu não estou brincando. Não quero que você leia nem mais uma linha.
Qual o seu problema, hein? Quer parar com isso? Meu, estou te pedindo gentilmente. Chega, tá? Chega.
Tudo bem, se você ler a próxima linha, juro que vou ficar repetindo a mesma letra até você desistir.
Eu avisei.xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Nossa, você não desiste mesmo, hein? Muda logo de página, tem um monte de coisas interessantes no resto da internet. Tá, se é assim que você quer, eu não vou escrever mais uma palavra enquanto você estiver aí.
Lalá, lalalá, lalá, blá blá bla´, Puuuuuuuuuft…
Por que você é assim, hein? Custa fazer o que eu estou te pedindo? Última chance: ou pára de ler ou vai ter.
Só para a sua informação: o nosso Código Penal, em seu artigo 151, considera crime de violação de correspondência “devassar indevidamente o conteúdo de uma carta (perfil) dirigida a outrem”. E a pena é detenção de um a seis meses. Tem certeza de que vai continuar lendo? Lembre-se que as suas digitais estão impressas neste mouse.
Já chega, vou ligar para o assistentes do Google .
Ok, vamos chegar a um acordo: você lê só mais uma linha e depois pára, tá?
Se nada na sua vida deu certo que se dane você tem um péssimo gosto pelas coisas (LP), Pronto, agora pára. Pára!
É guerra, é? Então, se você ler mais uma linhazinha, eu vou espalhar para todo mundo uma coisa altamente comprometedora que eu sei sobre você. Altamente comprometedora.
Tudo bem, foi você que pediu. Lá vai:…
Tá o.O, eu estava blefando, não sei nada de comprometedor sobre você. Mas posso descobrir. Contrato um detetive particular e fico por dentro de todos os seus podres. A menos que você pare de ler imediatamente.
Eu disse imediatamente. Tsk-tsk-tsk. É lamentável essa sua atitude. La-men-tá-vel.
Ah, quer saber? Quer continuar a ler, continua.
Essa coisa de Perfil:Quem eu sou, já está terminando mesmo.
PS: Não acredito – você ainda está aí?

06:00

Mulheres do topo da Árvore.

Postado por Cost |



As Melhores Mulheres pertencem aos homens mais atrevidos. Mulheres são como maçãs em árvores. As melhores estão no topo. Os homens não querem alcançar essas boas, porque eles têm medo de cair e se machucar. Preferem pegar as maçãs podres que ficam no chão, que não são boas como as do topo, mas são fáceis de se conseguir. Assim, as maçãs no topo pensam que algo está errado com elas, quando na verdade, ELES estão errados... Elas têm que esperar um pouco mais para o homem certo chegar... aquele que é valente o bastante para escalar até o topo da árvore”.

(Machado de Assis)

Postado por Cost |




Enquanto eu tiver perguntas e não houver resposta, continuarei a escrever. (...) Pensar é um ato. Sentir é um fato.

15:15

Pierrot. - Elizabhett Costa.

Postado por Cost |

 

Pierrot desde pequeno
Era apaixonado em segredo pela Colombina,
A Colombina cresceu e foi embora
Com o apaixonado Alerquim.
Em seu rosto ficou uma lágrima de amor,
Oh! ingênuo Pierrot.
Pierrot sozinho ficou,
Deixou uma carta de despidida,
Colombina ao ler a carta feliz ficou
Por saber do amor de Pierrot.
Voltou para os braços de Pierrot
E com ele se casou,
Pierrot voltou a sorrir,
E o astuto Alerquim anda por aí,
A procura de um novo amor.


A Verdadeira felicidade é constituída das pequenas coisas. Viver intensamente. Viva, ria, chore, grite se for preciso. Mas sempre se lembre dos pequenos sentimentos, lembre-se sempre do que um sorriso pode fazer, não só para você, mas para as pessoas ao seu redor também. Não podemos fugir dos momentos de tristeza, contudo isso não quer dizer, que não podemos continuar. Você está caído? Levante-se. Você tem uma vida pela frente, o apesar fica onde? Apesar de estar triste você quer ser feliz, apesar ter perdido você quer vencer, e os aprendizados? Está bem que você errou e tal, mas os erros são a porta para o acerto. Ser feliz é acreditar nos sonhos, é tentar realizá-los, é não se deixar abater pelas críticas destrutivas das pessoas. Ser feliz é não esperar receber de volta o amor... Ame e pronto. Se obtiver respostas, melhor ainda. Aproveite da melhor forma possível sua vida. Faça de Deus o seu sol, pois ele te ama e quer ver você no melhor lugar. Seja feliz, aja com sabedoria, resolva os seus problemas com calma, enfrente os obstáculos como se fossem meras piadas; sorria sempre, sempre, sempre. Faça as pessoas notarem que tudo pode ser diferente.

15:02

A você. - Elizabhett Costa.

Postado por Cost |

Quando você me abandonou eu sofri. Fiquei me achando a pior das pessoas, perguntando-me o que eu fiz para você me deixar sem mais nem menos. Mas o tempo curou as feridas, restaurou o coração, agora quando falam o seu nome eu não me importo mais, até porque hoje eu consigo falar sobre você sem chorar. Por você nunca mais vou sofrer, prometi a mim mesma. Aprendi que não devemos sofrer rios de lágrimas por pessoas que nos ignoram, que nem pensam o como pode nos magoar. O pior de tudo isso é que você dizia que nunca iria me deixar, que me amava, e, de um dia para o outro, você veio com uma história que estava confuso dos seus sentimentos e blábláblá...Seria bem melhor se você dissesse a verdade, dissesse que deixou de gostar  de mim. Agora eu não sou a mesma, mudei. Você já não faz parte da minha vida, e eu estou feliz por isso. Por não mais mendigar o seu amor impossível.

15:59

Quando ele a magoou. - Elizabhett Costa.

Postado por Cost |


        
Sem pena nenhuma ele chegou para ela e disse que não a amava mais. Ela com seus olhos marejados desviou o olhar. Mentiu. Disse que também já não o amava, só para não ficar por baixo.
            Não queria ser a única com os sentimentos destruídos.
            Passaram-se: Dias, semanas, meses...
            E ela ainda não havia se esquecido de como foi rejeitada pelo seu amor – que já não era tão amado assim- Ela sentia cada vez mais ódio. Em sua mente só estava registrada a dor da desilusão.
            Certo dia, ela resolveu sair para se distrair com as amigas, a uma casa de show, e quem ela encontrou?Ele mesmo. Cara a cara, novamente estavam de frente um para o outro.
            Em sua mente passou o desejo de beijá-lo, abraçá-lo, e, ele dizendo que tudo aquilo não passava de um pesadelo. Mas ela “acordou”, viu a realidade.
            Ele se dirigiu a ela e cumprimentou. Ela mais uma vez fingiu que tudo estava bem, foi ao banheiro, lavou o rosto e jurou para si que a partir daquele momento não pensaria mais nele.
            Uma de suas amigas apresentou-lhe um rapaz, onde ela ficou deveras interessada, já não pensava no outro. Dançou a noite toda ao lado do seu novo pretendente.
            Quando a festa acabou saíram juntos, abraçados e bem íntimos.
            E ele?
            Observava ela de longe com outro e apenas disse:
- Na verdade nunca te mereci.
Ela seguiu seu caminho em busca de novos amores. 




16:31

Qual será a sua escolha hoje?

Postado por Cost |

A vida, em si, não ensina! É você quem decide, a cada momento, se há uma lição a ser aprendida... Em cada alegria, em cada tristeza, em cada aborrecimento... Ou desperdiça todos os momentos e vai vivendo aos trancos e barrancos. Coisas boas e ruins acontecem a todos indistintamente... Se não existe o paraíso, podemos construir um oásis de paz, em nós mesmos, no meio das guerras que as pessoas vivem... Tudo depende da escolha. Podemos fugir à tristeza? Não. Podemos impedir as perdas? Não. Podemos obrigar que nos amem? Não. Mas podemos usar os momentos de dor, frustração e ressentimento para aprender a amar melhor... Podemos tornar nosso trabalho mais realizador... Podemos transformar o ódio em perdão... O ressentimento em compreensão... Basta tomar essa decisão! Escolhendo a melhor forma de resolver os conflitos e aprender com eles... Desafie a você mesmo, criando um artifício para lidar, com o negativo. Invente um jogo em que ganhe pontos, diante de situações que você resolva com harmonia, ou perca pontos se não resistir a se fazer de vítima... Feche as portas ao automatismo burro... Ele faz sofrer e nos torna refém. Podemos ser, hoje, melhores do que ontem. Cabe a você, somente a você, escolher se os acontecimentos de ontem, hoje e amanhã, serão usados para torná-lo uma pessoa melhor... Qual será sua escolha hoje?

16:08

Amanhecer.

Postado por Cost |

Eu não me impressionaria ao ver uma lua brilhante no céu da sempre tão nublada Forks esta noite. Parecia correto ela sair do esconderijo por trás das pesadas nuvens e iluminar a garota que dormia no pequeno quarto da casa para qual não me cansava de olhar. Era assim que me sentia neste momento, com uma lua poderosa e incandescente no peito. Estava agachado sob um galho de árvore, olhando a janela do quarto da garota. A noite estava fria, provavelmente Bella Swan não deveria deixá-la aberta deste jeito. Além do mais, poderiam entrar ladrões. Ou vampiros possessivos e loucos como eu. Abri um pequeno sorriso da minha piada particular. Não durou muito. A verdadeira piada era minha vida. Ou, bem, minha morte. Eu sabia que minha decisão teria que ser tomada mais cedo ou mais tarde - e realmente faria de tudo para que fosse mais tarde. Arriscar a vida da garota para satisfazer minha estúpida necessidade de estar ao lado dela, ou mantê-la segura e nunca mais vê-la. Sua segurança e meu coração perpetuamente partido versus minha alegria alimentando a possessividade com a faca sob seu pescoço. Ou dentes. Meus dentes - e sua vida terminada. Não conseguia suportar nenhuma das opções. Não havia nenhum meio termo, nenhum caminho possível. Mas não podia ignorar a sensação que se estendia por todo o meu corpo, anuviava a minha visão, transtornava meu cérebro, apertava a pedra viva em meu peito. Coloquei a mão sob o coração. Silêncio. Nenhum resquício de vida, nenhuma batida, nenhuma humanidade. E este mesmo coração, morto e silencioso, insistia em doer por ela. Prestei atenção à sua respiração calma no quarto. A garota dormia tranquila. Sua vida pacata e segura, nenhum mostro à espreita a não ser o vampiro possessivo ao lado de fora, que precisava vir todas as noites somente para ouvir a respiração dela. Fechei os olhos e ouvi as batidas de seu coração. De algum modo, a pedra em meu peito ficara mais quente. As batidas saudáveis de seu coração compensavam o silêncio do meu. Sua vida compensava a minha morte. Descobri que já não me importava em estar morto, pois a vida dela me alimentava de um jeito que nem mesmo minha própria poderia. Neste momento, eu sabia que a amava, já não podia tentar enganar a mim mesmo. Cada batida do coração da garota impulsionava o meu errado e indigno amor; sangue pelas veias dela, amor pelas minhas. Pulsa, pulsa, pulsa. Apesar de não precisar, eu respirava no ritmo dela. Abri os olhos e pulei para a árvore mais próxima de seu quarto. Sem dificuldade, fechei a janela para que ela não sentisse frio. Não pude evitar olhá-la dormir calmamente em sua pequena cama, porém não pude ver seu rosto, somente um grande leque de cabelo cor de mogno espalhado pelo travesseiro. Me obriguei a sair dali quando o pensamento de entrar e me sentar na cadeira de balanço para observá-la a noite toda passou pela minha cabeça. Não, Edward. Mantenha suas necessidades para ti mesmo. Iria ir direto para o piano assim que retornasse para casa, a canção inspirada na garota ia se formando claramente em minha cabeça, as notas tão distintas como seu cabelo mogno, a melodia seguia o ritmo de sua formosa respiração. Parei um segundo, chocado com o calor estranho no meu peito. Carlisle sempre tentou me convencer de que nossa alma estava intacta, que seríamos perdoados por matar as criaturas tão amadas feitas com cuidado pelo Ser Superior. Por noventa anos meu pai tinha a mais pura convicção de que Deus não me negaria, algum dia, estar em sua morada, por tirar a vida dos seres humanos, aqueles que Ele chama de filhos. Nunca acreditei que o Pai perdoaria uma criatura cujo único objetivo era tomar a vida de seus filhos. Poderia até aceitar Carlisle, cuja boca nunca provou sangue humano, mas não à mim, com dez anos de assassinatos pesando a alma. Mas meu pai sempre acreditou em um milagre, e neste momento, eu passei a crer também. O milagre estava acontecendo diante de meus olhos, inundando todo o meu corpo e aquecendo o peso morto em meu peito. E finalmente descobri, que o milagre era eu.


edward cullen, original.
Karina Vidal.

14:14

Espinhos. - Elizabhett Costa.

Postado por Cost |

 
Devolvo à rosa que me deste
Pois sei que não me merece,
E, peço-te que me devolva as minhas lágrimas derramadas,
Elas já não valem de nada...
De nada valem para ti,
Até porque não me amas
Não me queres,
Eu sofrendo vou,
Com a decepção do teu amor,
Oh!Improvável dor, o amor!
Rosa cheia de espinhos, esta.
Caminhos obscuros e desprotegidos seguirei,
Sem ti para me proteger...
Eu posso chorar
Eu posso sofrer,
Mas sei que ainda continuarei a viver...
Amo-te
E não me peça para eu te esquecer.

13:02

Amigos.

Postado por Cost |

 
Feito por Bella, representando em ordem da esquerda para a direita: Carol, eu, Fernando, Bruno, Bella, Glauci e Rayza.

17:51

Dança.-Pablo Neruda.

Postado por Cost |




Não te amo como se fosse rosa de sal, topázio
ou flecha de cravos que propagam o fogo:
te amo secretamente, entre a sombra e a alma.
.
Te amo como a planta que não floresce e leva
dentro de si, oculta, a luz daquelas flores,
e graças a teu amor vive escuro em meu corpo
o apertado aroma que ascender da terra.
.
Te amo sem saber como, nem quando, nem onde,
te amo directamente sem problemas nem orgulho:
assim te amo porque não sei amar de outra maneira,
.
Se não assim deste modo em que não sou nem és
tão perto que a tua mão sobre meu peito é minha
tão perto que se fecham teus olhos com meu sonho.

17:00

Feliz comigo.

Postado por Cost |

 
Não... Eu não estou querendo viver uma paixão arrebatadora
- Paixões assim são as que proporcionam os mais altos sonhos
E também as maiores quedas...
Mas, acredite, eu sou capaz de me apaixonar todos os dias!

E também não estou interessado em encontrar quem me ame de verdade
Já encontrei estas pessoas há muito tempo
E aquelas que não estão ao meu lado
Eu carrego comigo, em meu peito.

Ah, eu também não estou querendo viver um grande amor
Eu vivi todos os amores que a vida me trouxe
E foram lindos
Foram maravilhosos
E ainda são grandes amores, e vivem comigo, mesmo que já se tenham passado

Também não estou procurando alguém para toda a vida
Nem procuro alguém para um pouquinho apenas
Não estou procurando absolutamente nada

Neste momento, apenas retraio-me comigo,
E estou descobrindo o prazer e a felicidade enorme que é
Amar mais e melhor a mim mesmo.
Augusto Branco.

16:54

Kid Abelha.- A fórmula do amor.

Postado por Cost |

Eu tenho o gesto exato, sei como devo andar
Aprendi nos filmes pra um dia usar
Um certo ar cruel de quem sabe o que quer
Tenho tudo planejado pra te impressionar
Luz de fim de tarde, meu rosto em contra-luz
Não posso compreender, não faz nenhum efeito
A minha aparição será que errei na mão
As coisas são mais fáceis na televisão
Mantenho o passo alguém me vê
Nada acontece, não sei porque
Se eu não perdi nenhum detalhe
Onde foi que eu errei
Ainda encontro a fórmula do amor
Ainda encontro a fórmula do amor
Eu tenho a pose exata pra me fotografar
Aprendi nos livros pra um dia usar
Um certo ar cruel, de quem sabe o que quer
Tenho tudo ensaiado pra te conquistar
Eu tenho um bom papo e sei até dançar
Não posso compreender, não faz nenhum efeito
A minha aparição será que errei na mão
As coisas são mais fáceis na televisão
Eu jogo um charme, alguém me vê
Nada acontece, não sei porque
Se eu não perdi nenhum detalhe
Onde foi que eu errei
Ainda encontro a fórmula do amor
Ainda encontro a fórmula do amor

16:01

Para sempre.

Postado por Cost |

O amor é a poesia dos sentidos. Ou é sublime, ou não existe. Quando existe, existe para sempre e vai crescendo dia a dia.

16:52

Quase- Sarah Westphal

Postado por Cost |

 
Ainda pior que a convicção do não e a incerteza do talvez é a desilusão de um quase. É o quase que me incomoda, que me entristece, que me mata trazendo tudo que poderia ter sido e não foi. Quem quase ganhou ainda joga, quem quase passou ainda estuda, quem quase morreu está vivo, quem quase amou não amou. Basta pensar nas oportunidades que escaparam pelos dedos, nas chances que se perdem por medo, nas idéias que nunca sairão do papel por essa maldita mania de viver no outono.

Pergunto-me, às vezes, o que nos leva a escolher uma vida morna; ou melhor não me pergunto, contesto. A resposta eu sei de cór, está estampada na distância e frieza dos sorrisos, na frouxidão dos abraços, na indiferença dos "Bom dia", quase que sussurrados. Sobra covardia e falta coragem até pra ser feliz. A paixão queima, o amor enlouquece, o desejo trai. Talvez esses fossem bons motivos para decidir entre a alegria e a dor, sentir o nada, mas não são. Se a virtude estivesse mesmo no meio termo, o mar não teria ondas, os dias seriam nublados e o arco-íris em tons de cinza. O nada não ilumina, não inspira, não aflige nem acalma, apenas amplia o vazio que cada um traz dentro de si.

Não é que fé mova montanhas, nem que todas as estrelas estejam ao alcance, para as coisas que não podem ser mudadas resta-nos somente paciência porém,preferir a derrota prévia à dúvida da vitória é desperdiçar a oportunidade de merecer. Pros erros há perdão; pros fracassos, chance; pros amores impossíveis, tempo. De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma. Um romance cujo fim é instantâneo ou indolor não é romance. Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar. Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu.

16:43

Demais.

Postado por Cost |

 
Tarde demais, a gente não pode viajar no tempo e inverter certos papéis e você escolhe: dizer ou guardar. Se disser, boa sorte, é isso aí, seja franca. Se guardar aviso que nem sempre dá pra querer continuar da onde parou. Não por falta disso ou daquilo, mas porque simplesmente o momento passou. Não é mais aquele dia, àquela hora, o céu não tava com aquela cor, a palmeira não tava balançando daquele jeito e o seu coração não tava saltando feito saci bêbado. Mas você pensa que pode, é adepto do "antes tarde do que nunca". Sinceridade faz um bem danado pra consciência e pra pele, mas ela tem um prazo de validade. Depois que vence não resolve nem com reza da boa. Você pode ser sincero e gritar bem alto que abre o coração; beleza, bom pra você. Você não foi sincero com o outro, mas com aquela parte de você que resistia. Quis lavar a alma e renovar os sentidos, mas é inútil. Talvez seja útil pra essa sua parte resistente, pra que ela saiba que não tem jeito, hora, condição: quando pinta alguém que te faz sorrir mesmo dormindo a gente tem mais é que ir adiante. Do jeito que for. Se você engatar a ré e quiser sair pela outra rua, acredite, um dia vai querer voltar. Só que o caminho vai ser longo demais.


Subscribe